Em formação

Entrevista - Carmen Gil

Entrevista - Carmen Gil

Carmen Gil-Bonachera Martínez nasceu na costa de Cádis e, embora agora more numa localidade de Huelva, encontra sempre algum tempo para passar o tempo com o mar. Ela leciona e escreve para crianças há muitos anos. Por eles e com eles, ele fez de tudo um pouco: teatro, fantoches, contação de histórias, oficinas de dança do mundo ... e até um pouco de magia! Mas o que ele mais gosta é de brincar com as palavras. Sua paixão pela poesia a fez criar Cosicosas, uma revista digital de poesia infantil para todas as crianças nos países de língua espanhola.- O que o levou a lançar Cosicosas?A escassa presença da poesia infantil na Internet e a inferioridade das condições em que este gênero se encontra em relação à narrativa no cenário editorial espanhol.- Parece que, felizmente, a poesia encontrou lugar na Internet. Como é diferente Cosicosas de outras páginas?Principalmente por oferecer poemas dos melhores autores de poesia infantil em língua espanhola e que, além disso, o faz com o consentimento e apoio dos referidos autores. Existem poemas de escritores de vários países, como Espanha, Argentina, Equador e Venezuela.- Na sua opinião, o que a poesia traz para as crianças?A poesia contribui para a educação artística, desenvolve a sensibilidade estética, enriquece o vocabulário e a expressão, oferece uma nova maneira de ver o mundo, estimula a fantasia e a imaginação das crianças.- Como iniciar uma criança no mundo poético? O que você diria aos pais e professores que estão nesta obra?De forma espontânea e simples: ler poemas para eles na hora de dormir ou ao chegarem da escola, colocar livros de poesia na ponta dos dedos, ouvir com eles canções como as de María Elena Walsh, que são poemas musicais ... Também há muitos de atividades lúdicas para brincar com poemas na escola ou em uma oficina, como as que coleciono no meu livro Let's Play with Poems!, publicado pela CCS.- Escrever para crianças não é uma tarefa fácil. Que ferramentas você usa para seduzir jovens leitores?A verdade é que não conheço nenhuma ferramenta. Bem, sim, talvez um: aproveite o máximo possível. Se eu me divirto escrevendo um livro, é provável que as crianças também se divirtam lendo.- Que conselho você daria aos pais e / ou filhos que se sentem atraídos pela escrita?Acho que para ser um bom escritor, primeiro é preciso ser um bom leitor. Pelo menos foi assim no meu caso. Comecei a escrever por causa da paixão que os livros despertavam em mim. Também sempre adorei crianças. Por isso, na literatura infantil, combinei minhas duas vocações.- Você é um escritor versátil. Histórias, muitos livros, teatro, fantoches, poesia, ensino, animação de leitura, oficinas de magia, ... Ainda há algo a fazer?Acabo de começar! Faz apenas três anos que publicaram meu primeiro livro, então imagine se eu tenho coisas para fazer. O primeiro: publicar um romance juvenil encomendado por uma editora há alguns meses. Acabei de terminar. Vamos ver como ...- Em que momento a poesia irrompeu em sua vida. Você tem alguma poesia que tenha marcado seu amor pela poesia?Lembro-me de um poema com especial carinho: “Sonatina”, de Rubén Darío, e depois, no instituto, uma coletânea de poemas de Lorenzo Saval intitulada O fazedor de calendário, publicada pela Litoral. Cosicosas no:www.poemitas.com/cosicosas.htmPara conhecer as publicações de Carmen Gil:www.poemitas.com:Carmen Gil assinou cópias na Feira do Livro de Madrid:

Você pode ler mais artigos semelhantes a Entrevista - Carmen Gil, na categoria Poemas no site.


Vídeo: Entrevista a Carmen Gil 1422 (Dezembro 2021).