Em formação

Mais peixes para mãe e bebê

Mais peixes para mãe e bebê

O iodo é um mineral que pode ser ingerido através de peixes marinhos, crustáceos e sal. Portanto, o consumo de iodo é essencial durante os nove meses de gravidez e continua a sê-lo depois, sabe por quê? Pois esse mineral é o que sintetiza os hormônios tireoidianos, responsáveis ​​pelo desenvolvimento de todos os órgãos, principalmente o cérebro, e pelo crescimento do bebê. Além disso, os hormônios tireoidianos regulam a frequência cardíaca e a temperatura corporal.

O feto se alimenta dos hormônios tireoidianos pela mãe durante toda a gestação, por isso é fundamental que a mãe consuma alimentos ricos em iodo como salmão, badejo, atum, sardinha, bacalhau, além de marisco. É aconselhável temperar os alimentos com sal iodado. O iodo é necessário ao longo da vida e principalmente na infância, durante a gravidez e a lactação. Em 2003, um estudo realizado pelo Ministério da Saúde e Consumo concluiu que na Espanha 30% e 50% das mulheres grávidas consumiam iodo em quantidades abaixo do recomendado. Madrid, por exemplo, é uma cidade considerada uma área com falta de iodo. Para promover uma campanha de sensibilização social sobre a importância da contribuição do iodo, o lema do Comité de Madrid da Unicef ​​este ano é Para o seu desenvolvimento, pense no iodo.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Mais peixes para mãe e bebê, na categoria Dietas - cardápios no local.


Vídeo: O mar não está para peixe 2 PT-BR completo (Setembro 2021).