Em formação

Não há crise para bebês

Não há crise para bebês

Este fim de semana estive visitando uma das feiras mais esperadas pelos pais, e pude constatar que a crise não existe para os bebês. Algumas linhas!

Não há dúvida de que o primeiro filho é quem mais gasta com os pais, já que os demais filhos acabam herdando quase tudo dele. A Feira foi dirigida aos pais de primeira viagem, para quem tem que comprar berço, carrinhos, cadeirinha, cadeirinha, banheira, trocador, enfim, todos os básicos que um bebê precisa nos primeiros três anos de vida. , como vimos, pode gerar um custo aproximado de cerca de mil euros. E isso sem considerar os gastos com fraldas, alimentos, cremes e acessórios como mamadeiras e chupetas. No final, ser pai não tem preço, você faz tudo que pode por seus filhos e muito mais.

O fornecimento de produtos para bebês era uma visão estonteante. Entre los innúmeros folletos que distribuían las empresas y la cantidad de carritos que circulaban por los pasillos, eran de agradecer las áreas tranquilas, reservadas para la lactancia, para el cambio de pañales, y para las guarderías que se encargaban de distraer a los más pequeños , por um momento. Além disso, os pais também puderam desfrutar de oficinas de técnicas de relaxamento para o bebê, ioga, massagens e dicas para promover o vínculo entre pais e filhos. O objetivo dessas feiras é que os pais encontrem as respostas para todas as perguntas que mais afligem você . Como vestir, carregar e alimentar seus filhos, que brinquedos e chupetas comprar para eles, onde e como fazer nas viagens com eles, que ajuda eles podem ter se tiverem gêmeos ou trigêmeos e muito mais. Acho que só uma questão ficou no ar na Feira. Por que se chamava Babies & Moms Room, se eram os pais que mais procuravam acalmar os pequenos para que as mamães pudessem se concentrar nas informações e compras? Então seria justo incluir os pais também no nome da Feira, certo? A gravidez também é uma questão de dois.Vilma Medina. Editor do nosso site

Você pode ler mais artigos semelhantes a Não há crise para bebês, na categoria Lazer no local.


Vídeo: Fernando Rocha - Não Há Crise enquanto eu estou a ler livros na biblioteca 2020 (Novembro 2021).