Em formação

Bebê prematuro 'ressuscita' antes de ser enterrado

Bebê prematuro 'ressuscita' antes de ser enterrado

Depois que um bebê de apenas seis semanas se afogou durante o batismo, fico novamente com arrepios com a notícia de um bebê prematuro que recupera a vida pouco antes de ser enterrado. O que questiono, na verdade, é em que medida temos consciência de nossos filhos.

No México, um bebê recém-nascido de 24 semanas, declarado morto pela equipe médica de um hospital, é "ressuscitado" pouco antes de ser enterrado. Parentes do bebê, uma menina, ouviram e perceberam ruídos e movimentos em seu pequeno caixão branco pouco antes de enterrá-la e, ao abri-lo, descobriram, para sua imensa surpresa, que o bebê estava chorando. A menina, nascida prematuramente do ventre de uma mãe adolescente, foi imediatamente transferida para um hospital privado e felizmente sua saúde está boa e estável.

Tanto o médico quanto toda a equipe médica que colaborou no momento do parto já foram afastados do serviço, enquanto a polícia apura para esclarecer as possíveis responsabilidades e causas do evento. Fontes hospitalares ressaltam que como o bebê não apresentava movimentos pulmonares ou batimentos cardíacos após o nascimento, o médico emitiu sua certidão de óbito, alegando que se tratava de uma gravidez de risco. A mãe, uma menina de 17 anos, estava grávida de 24 semanas, dando à luz um bebê prematuro. Todos esses antecedentes, as altas estatísticas de mortalidade e a falta de reação do recém-nascido, levaram os médicos a supor que o bebê estava morto. Todos esses antecedentes, as altas estatísticas de mortalidade e a falta de batimento cardíaco levaram o médico a assinar a certidão de óbito e ordenar sua transferência para o necrotério. Certamente não é a primeira nem será a última vez que ocorreram casos como este, mas penso que no caso de um bebé prematuro, em que os seus órgãos ainda estão imaturos, devam ser oferecidos serviços especiais e animação. Eu não sei se eles fizeram. Em todo caso, casos como este e como o do bebê que se afogou na pia batismal, além de ser lamentado, deveriam ser exemplos para todos. O cuidado, a atenção, o acompanhamento do bebê, principalmente em seu nascimento e primeiro ano de vida, não devem ser esquecidos.Vilma Medina. Editor do nosso site

Você pode ler mais artigos semelhantes a Bebê prematuro 'ressuscita' antes de ser enterrado, na categoria de Entrega no Local.


Vídeo: COMO O BEBÊ PREMATURO SE DESENVOLVE? MACETES DE MÃE (Janeiro 2022).