Em formação

Vamos lançar balões virtuais em apoio a crianças com câncer

Vamos lançar balões virtuais em apoio a crianças com câncer


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Hoje, dia internacional da criança com câncer, a Federação Espanhola de pais de crianças com câncer nos propõe participar de um elevador virtual de balão solidário. Venha, convido você a lançar um balão por essas crianças e a incentivar seus amigos e conhecidos a fazê-lo.

Embora cerca de 1.000 novos casos de câncer sejam diagnosticados anualmente em crianças espanholas, é possível conviver e curar em cerca de 80 por cento dos casos. Claro, o ideal é que crianças ou qualquer outra pessoa tenham câncer. Com o objetivo de sensibilizar e conscientizar a sociedade em relação ao câncer infantil e à necessidade de todas as crianças do mundo terem acesso a um diagnóstico rápido e tratamento adequado, o dia 15 de fevereiro foi declarado como o Dia Internacional do Câncer Infantil, no Luxemburgo, em 2001. Para além deste trabalho de sensibilização que me parece essencial em todos os sentidos, existem muitos outros esforços de advocacia em diferentes países, com o objectivo de melhorar a qualidade de vida das crianças com cancro. Com o manifesto deste ano, "Estou aqui", focam-se na necessidade de criação de unidades oncológicas dirigidas a adolescentes que atualmente são atendidos em unidades infantis ou adultas. Siga o manifesto:

A luz da sala está apagada. Não sei como cheguei aqui, o motivo é mínimo ... um incômodo, febre, hematomas ... Que diferença faz? O importante é que estou aqui ... ESTOU AQUI !!!!!! Não sou mais criança, mas não sou mais adulto ... Sou o que chamam de "adolescente" enfim, alguém "indefinido"? Uma coisa parece estar clara "Estou doente", pelo que os exames médicos dizem ... e o meu desconforto. Não sou o único, disseram-me, que, como eu, existem muitos mais. Espero, aos poucos, conhecê-los e assim poder compartilhar com eles medos, preocupações e conquistas, mas a partir dessa solidão sombria de meu quarto, me pergunto se meus "companheiros nesta dura batalha" ficarão em um hospital por crianças ou para adultos. É curioso, tanto e tanto se escreve sobre esta fase "indefinida" da vida e já ocorreu a alguém que diante de uma situação tão difícil como o diagnóstico de câncer, temos necessidades especiais? Tem alguem ai? Você pode ouvir meu pedido? Há dois dias estive com meus amigos, fiz o ensino médio, pratiquei esportes ... mas agora ... estou aqui. Por que isso me tocou? Talvez se eu pudesse falar com alguém da minha idade, alguém que me entende, que sabe o quão importante são meus amigos, minha música, meus hobbies ... O que as pessoas vão dizer quando me virem? Minha imagem mudou, meu cabelo caiu, perdi muito peso. Eles dizem que vai passar. Quando? Isso parece eterno. E enquanto isso? Quem me escuta? Talvez se todos os meninos e meninas que estão na mesma situação fossem atendidos em Unidades de Câncer para Adolescentes fosse diferente. A doença continuaria difícil, mas receberíamos um atendimento mais personalizado e especializado, mais condizente com a nossa idade e com as necessidades especiais dessa fase denominada "adolescência". Você não precisa mais decidir se este ou aquele jovem de 16 anos o tratará como um adulto ou como uma criança ... isso apenas "teria o seu lugar". Enquanto a vida continua no exterior, aqui nesta sala, tento reconstruir meu mundo que explodiu quase antes de começar a criá-lo e penso em quantos mundos a mais estão tentando reconstruir agora em outras câmaras frias, longe da minha. Quantas pessoas estarão pensando em mim ou nos outros mundos em "reconstrução": pais, irmãos, amigos ... quem sabe, quem tem nas mãos a possibilidade de fazer o meu pedido se tornar realidade, também está pensando em mim ou outros como eu ... e refletir sobre nossas necessidades especiais, nossas carências ... e a partir daí, começar a imaginar, pensar e talvez acreditar que formar Unidades Oncológicas para Adolescentes na Espanha, além de necessário, é possível. Estou aqui! E você? ... Você está aí? Vilma Medina. Diretor do nosso site

Você pode ler mais artigos semelhantes a Vamos lançar balões virtuais em apoio a crianças com câncer, na categoria Doenças da Criança no local.


Vídeo: Brincadeira de criança: DINÂMICA COM BALÃO (Pode 2022).


Comentários:

  1. Bagal

    Completamente compartilho sua opinião. Parece -me que é uma excelente ideia. Completamente com você, vou concordar.

  2. Nelmaran

    Frase maravilhosa e muito preciosa

  3. Brand

    Quero dizer que você está errado.

  4. Rian

    Totalmente de acordo com ela. Ótima ideia, concordo.



Escreve uma mensagem